Giovane Gavio

São 20 anos de uma carreira vencedora.

Poucos atletas se identificaram tanto com a camisa amarela como Giovane Gávio, eterno número 3 da Seleção Brasileira de vôlei.

Não é a toa que virou ídolo:

Bicampeão Olímpico (Atenas-2004 e Barcelona-92), Tetracampeão da Liga Mundial, Campeão Mundial, diversas vezes campeão sul-americano… Isso para falar apenas das conquistas pelo Brasil, tendo sido eleito ainda, em ocasiões diferentes, “melhor atacante do mundo”, “melhor bloqueador do mundo” e, nada mais justo, “melhor jogador do mundo”.

Aos 34 anos, Giovane deixou seu nome na História do esporte e abandonou a Seleção Brasileira no auge, exaustivamente elogiado por sua conduta dentro e fora de quadra, fazendo parte daquela que já está sendo considerada a melhor equipe de todos os tempos. E é justamente um pouco dessa trajetória, marcada por dedicação, conquistas e muito sacrifício, que Giovane Gávio profere em sua palestra motivacional. Características e qualidades pouco conhecidas do público geral, mas que ajudaram o menino que queria lutar judô a ser uma unanimidade mundial, exemplo de profissionalismo, sucesso e liderança.

TÍTULOS ATUANDO COMO JOGADOR:

Tetracampeão da Liga Mundial – 2004/2003/2001/1993
Bicampeão Olímpico – 2004/1992
Campeão da Copa do Mundo (Japão-2003)
Campeão do Campeonato Sul-Americano (2003)
Medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos (Santo Domingo 2003)
Campeão da Liga Mundial (Madri/Espanha-2003)

Campeão do Campeonato Mundial (Buenos Aires/Argentina-2002)
Campeão do Campeonato Sul-Americano (2001)
Campeão da Supercopa dos Campeões pelo Banespa (2001)
Campeão da Copa América (Argentina-2001)
Campeão do Torneio Consorzio Metano di Vallecamonica (Itália-2001)
Campeão do Torneio Classificatório para o Mundial (São Caetano/SP-2002)
Campeão da Liga Mundial (2001)
Campeão do Campeonato Sul-Americano (1995)
Campeão do Campeonato Sul-Americano (1993)
Campeão da Liga Mundial (Brasil-1993)
Campeão do FIVB World Super Four (Japão-1992
Campeão Jogos Olímpicos de Barcelona (Espanha-1992)
Campeão do Campeonato Sul-Americano (1991)
Campeão do Campeonato Sul-Americano (1989)
Campeão Sul-Americano juvenil (Venezuela-1988)

TÍTULOS INDIVIDUAIS:

Eleito Atleta do Ano do vôlei (Prêmio Brasil Olímpico-COB – 2003)
Eleito melhor atacante do mundo (Copa do Mundo de 2003)
Eleito melhor jogador do mundo (Liga Mundial de 1993)
Eleito melhor bloqueador do mundo (Copa do Mundo de 1989)

TÍTULOS ATUANDO COMO TÉCNICO:

Campeão Sul-americano de Clubes 2011

Campeão da Superliga 2010/2011

Tetracampeão da Copa São Paulo 2009/2010/2011/2012

Tricampeão Paulista 2009/2011/2012

Campeão Catarinense – 2008
Um dos esportistas mais requisitados para palestras e campanhas publicitárias na atualidade e tem o sonho de voltar à Seleção Brasileira. Só que como técnico….

Palestras

• A GLÓRIA É FRUTO DO TRABALHO.

Em sua palestra Giovane Gávio trata de uma maneira muito especial, o papel de cada um dentro do que desempenha. Seu destaque não é para a função que ocupamos, mas, para aquilo que podemos realizar nela.

Em cerca de 70 minutos de apresentação, enfatiza temas como:

•A alma vitoriosa
•Amizade
•Aprendizagem em grupo
•Capacitação técnica
•Comprometimento
•Definição e alcance de metas
•Disciplina
•Família – a base
•Garra e força para vencer
•Liderança
•Motivação
•O poder da superação
•Organização e coordenação
•Perseverança
•Poder de decisão
•Trabalho em Equipe
•Treinamento
•Visão Sistêmica

Todos esses temas têm enfoque especial aos desafios encarados ao longo de sua carreira e na vida pessoal e particular, com base em um período bastante específico de 12 anos: desde a conquista da medalha de ouro nas Olimpíadas de Barcelona, até a despedida com chave de ouro, com o ouro olímpico no berço dos Jogos.

Principais Temas

  • Trabalho em Equipe
  • Motivação
  • Liderança
  • Metas
  • Superação
  • Família
TOP